Saúde E Lazer: Janeiro 2014

Sorbet de banana com chia

Olá pra quem não conhece, Sorbet é uma iguaria gelada feita a base de fruta, é tipo o irmão do sorvete, mais com uma vantagem, é light, eu achei esta receita e gostaria de passar pra todos que como eu querem perder ou manter o peso.
Bom vamos lá:
http://www.suacorrida.com.br/wp-content/uploads/2014/01/sorbet-de-chia.jpg.jpg

Sorbet de banana com chia
Rendimento: 2 porções
Calorias por porção: 144
Ingredientes
  • 2 bananas
  • 2 col. (sopa) de semente de chia
  • 1 col. (sopa) de achocolatado em pó light
Modo de preparo
Pique as bananas e coloque para congelar. Após o congelamento, misture no liquidificador as bananas, a chia e o achocolatado em pó. Bata por três minutos e sirva em seguida.
Fonte: http://www.suacorrida.com.br

0 comentários:

Dieta detox: conheça erros e cuidados ao usar esse método para emagrecer

Quando realizado de maneira errada o método pode causar ganho de gordura e prejudicar a saúde.

Após momentos de abuso na alimentação e nas bebidas alcoólicas ou açucaradas, como nas festas de final de ano e feriados, algumas pessoas recorrem às dietas detox também chamada de dieta desintoxicante com o objetivo de "limpar o organismo" e perder peso.

Porém, alguns desses regimes são muito extremos, fazendo com que o indivíduo consuma pouquíssimas calorias ou fique dias à base de líquidos. Estas dietas exageradas podem ter o efeito contrário do que o detox propõe e ao final causar o ganho de gordura e prejudicar a saúde.

Afinal, para que o organismo volte ao seu estado normal não são necessárias medidas tão extremas. "Após dois dias de retorno para uma alimentação saudável o nosso corpo já volta ao metabolismo de antes", diz a nutricionista Amanda Epifânio que integra o corpo clínico do CITEN.

Até mesmo a eficácia de qualquer dieta detox é questionada por alguns profissionais da saúde. "Não acredito que exista a condição que denominam de intoxicação. Os verdadeiros desintoxicantes do corpo são o fígado e os rins, e esses órgãos ficam sobrecarregados quando a alimentação é rica em gordura, sódio e açúcares. Porém, toda vez que saímos de uma alimentação cheia de gorduras para algo mais leve, isso reduz a sobrecarga do fígado e faz com que ele trabalhe de forma normal", constata Epifânio.

Contudo, há dietas detox que propõe justamente um regime que prioriza os alimentos saudáveis e que deixa de lado aqueles ricos em gorduras e açúcares. Saiba o que pode ser interessante nos regimes desintoxicantes e quais são os cuidados necessários ao realizar este plano de emagrecimento.

Quais alimentos realmente evitar

Na dieta detox é importante evitar alimentos ricos em gorduras trans e saturadas - Foto: Getty Images

Alguns alimentos realmente sobrecarregam o fígado por serem ricos em substâncias que em excesso prejudicam organismo. Por isso, após momentos de abuso, é importante evitar alimentos que irão fazer com que esse órgão tenha uma atividade intensa.

A orientação é ter uma dieta balanceada, restringindo o consumo de alimentos ricos em gorduras trans e saturadas, é o caso da carne vermelha e produtos industrializados, como congelados e biscoitos. Comidas ou bebidas com aromas artificiais, corantes e aditivos químicos devem ter o consumo limitado, bebidas alcóolicas e açúcar também.

Alguns especialistas orientam cortar alimentos com glúten, como a farinha de trigo, lactose e soja. Caso a pessoa faça isso por conta, o tempo da dieta não deve passar de um a dois dias, se for mais do que isso a reintrodução dos alimentos é mais difícil, pois a pessoa pode ficar um pouco sensível às comidas e bebidas. "Isto é uma precaução, pois as alergias com esses ingredientes são frequentes", justifica a Ph.D em nutrição Andrea Dario Frias, coordenadora do centro de pesquisas Sanavita. A cafeína também é restringida por alguns profissionais da área da saúde. "Como os chás serão consumidos com maior frequência e eles já possuem essas substância, é recomendado não abusar do café", explica Frias.  

Quais alimentos priorizarAo fazer a dieta detox invista em alimentos leves - Foto:Getty Images

Uma alimentação leve já irá contribuir para o melhor funcionamento do fígado. "Consumir muitas frutas, verduras, legumes, cereais integrais, grãos e carnes brancas ajuda muito. Não adianta pular uma refeição, pois se o corpo fica sem comer entra em estresse e isso aumenta o peso porque o organismo vai atrás de mecanismos de estoque", explica a nutricionista Amanda Epifânio, do CITEN.

Além de não sobrecarregarem o fígado, estes alimentos são ricos em vitaminas, minerais, compostos fenólicos que tem ação antioxidante. Os peixes, grelhados, assados ou cozidos, e as sementes, como a chia e a linhaça, são ricos em ômega 3 que proporciona uma ação anti-inflamatória.

Os sucos com verduras e frutas e os chás também são muito recomendados por alguns profissionais da área de saúde. O consumo balanceado deles na dieta é benéfico. O chá verde é rico em catequinas que tem o poder de combater os radicais livres no organismo e ainda possui um efeito termogênico. O chá de hibisco é uma boa escolha, por conter flavonoides e ácidos orgânicos que tem ação antioxidante e diurética. O chá de gengibre é outra bebida que possui forte ação antioxidante. 

Fuja da dieta líquida

A dieta líquida pode prejudicar a saúde - Foto: Getty Images

Algumas dietas detox envolvem passar dias ingerindo somente líquidos e isto pode causar uma série de problemas para a saúde. "Tirar alimentos e colocar líquidos faz com que o fígado trabalhe mais porque ele terá que conseguir energia de alguma maneira, isso ocorre em casos de dietas que durem mais do que uma semana", conta Epifânio. Porém, manter a dieta líquida por apenas um dia já acarreta problemas, afinal esse tipo de alimentação é pobre em calorias, o que pode levar a desmaios, dores de cabeça, entre outros problemas.

Os rins também são prejudicados por uma alimentação essencialmente líquida. É este órgão que controla os eletrólitos, sódio e potássio, do nosso organismo e o excesso de líquidos causa um desequilibro entre esses eletrólitos que em casos graves pode causar até a desidratação. Ingerir mais de quatro litros de bebidas ao dia não é benéfico para a saúde. 

Fuja do baixíssimo consumo de calorias O consumo baixíssimo de calorias pode prejudicar a saúde - Foto: Getty Images

A restrição calórica excessiva além de ser prejudicial para a saúde também não irá provocar um emagrecimento saudável. "O corpo tolera por muito pouco tempo essa falta de energia, assim após sete dias começa a usar o seu estoque corporal que é o que chamamos de estoque de ouro, não é só a gordura, mas também músculos", alerta Epifânio.

Também podem ocorrer alguns problemas de saúde. "No curto espaço de tempo pode não acontecer prejuízos. A partir de uma semana o risco é ter hipoglicemia que pode levar a desmaios", diz Epifânio.  

Evite o efeito sanfona

Ao fazer a dieta detox é importante evitar o efeito sanfona - Foto: Getty Images

Após uma dieta detox muito restritiva e por um período maior do que sete dias a pessoa pode não só voltar ao peso original com ganhar mais gordura. "Como expliquei, a falta de energia por muito tempo faz com que diminua a quantidade de músculos. Assim, quando o indivíduo volta para a dieta comum, o corpo quer voltar ao peso perdido, mas só recupera a gordura e então a pessoa fica mais flácida", constata Epifânio.

A melhor maneira para evitar o efeito sanfona é não realizar uma dieta detox muito restritiva, apenas priorizando alimentos mais saudáveis e evitando outros prejudiciais. Quando acabar o regime é necessário mudar os hábitos alimentares. "O ideal é incorporar hábitos saudáveis na alimentação cotidiana. Continue priorizando os alimentos naturais e diminua o consumo de álcool, gorduras saturadas e trans, sódio e açúcar", explica Frias. 

Procure ajuda profissional É importante buscar ajuda profissional ao fazer a dieta detox - Foto: Getty Images

Ao realizar uma dieta detox o ideal é procurar a ajuda de um profissional da área da saúde, nutricionista ou nutrólogo. "Caso a pessoa faça um regime desintoxicante por conta não recomendo que dure mais do que três dias. Se ela fizer a dieta detox por um longo período deve falar com um profissional da saúde, pois ele irá orientar uma suplementação de vitaminas e minerais", diz Frias.

Além disso, se a pessoa passar muito tempo sem ingerir a lactose e o glúten é preciso cuidado quando for voltar a consumir alimentos com a substância. Isto porque o organismo fica mais sensível a esses alimentos depois da dieta. 

Evite o excesso de determinados alimentosÉ preciso cuidado ao ingerir os chás e sucos funcionais - Foto:Getty Images

Ao longo da dieta detox é importante não abusar do consumo de chás. Alguns deles, como o chá verde e o mate, possuem cafeína e o excesso da substância pode causar insônia, taquicardia e gastrite, pois ela aumenta a secreção gástrica.

A orientação é não passar de três xícaras das versões simples à granel, como o de hibisco, chá verde e de gengibre. Com relação às versões industrializadas que são mais concentradas, o consumo não deve passar de dois copos ao dia. Quanto aos sucos detox o recomendado é não ingerir mais do que dois copos ao dia. 
Fonte:http://yahoo.minhavida.com.br
 

1 comentários:

Receita de suco de berinjela para emagrecer

Fruto é um dos maiores aliados na luta contra a balança e na redução do colesterol.

 Receita de suco de berinjela para emagrecer title=
Para quem está em busca de uma fórmula para perder peso rápido, o suco de berinjela pode ser a resposta. O fruto é um poderoso aliado do emagrecimento e combate da gordura abdominal. Rico em vitaminas e fibras, ele é capaz de reduzir o colesterol, diminuir medidas e melhorar a saúde.

Propriedades e benefícios da berinjela

O alimento possui vitaminas e agentes antioxidantes, que previnem contra doenças, envelhecimento e inflamações. Porém, seu principal benefício está na alta concentração de fibras, presentes tanto na casca quanto na água de berinjela.
Com propriedades similares, a farinha de berinjela oferece quase tantos benefícios quanto o fruto em si e é também uma ótima maneira de perder peso.

Fibras solúveis e insolúveis

A casca do fruto é rica em fibras insolúveis, que são aquelas que nosso corpo não consegue absorver. Elas funcionam como uma espécie de esponja no estômago, sugando a gordura e a bile e eliminando-as através das fezes. Além disso, esse tipo de componente ajuda na formação do bolo fecal, contribuindo para o bom funcionamento do intestino.
Já a água da berinjela contém bastantes fibras solúveis. Elas ajudam a prolongar a saciedade e o tempo de digestão dos alimentos, fazendo com que o organismo tenha de trabalhar mais para isso (e, portanto, aumentando o gasto calórico) e com que as gorduras e açúcares ingeridos na refeição sejam absorvidos aos poucos pela corrente sanguínea, e não de uma vez só, evitando, então, os picos de glicemia e colesterol no sangue.

Sendo assim, os benefícios da berinjela crua incluem:
  • Emagrecimento
  • Redução do nível de colesterol e glicemia no sangue
  • Combate à gordura abdominal
  • Redução do inchaço, por ter efeito diurético
  • Melhora do funcionamento do intestino
  • Aceleração do metabolismo
  • Diminuição da fome
  • Prevenção contra doenças e inflamações

 http://www.bolsademulher.com/files/2013/10/ingredientes-suco-berinjela.jpg

Suco de berinjela para emagrecer

O suco é muito fácil de preparar e deve ser ingerido diariamente, em jejum.

Ingredientes

  • ½ berinjela com casca
  • 1 copo de água
  • 2 laranjas

Modo de preparo

Para fazer a água de berinjela, fatie o fruto em rodelas e deixe de molho no copo d’água durante a noite. Isso irá fazer com que as fibras sejam liberadas do alimento, enriquecendo o líquido com todas as suas propriedades.
Pela manhã, bata no liquidificador a berinjela junto com a água e o suco das duas laranjas. Beba em seguida.
Dica: para potencializar os benefícios, acrescente ao suco uma colher de sopa de semente de linhaça dourada triturada.
fonte:http://www.bolsademulher.com

0 comentários:

Souflé de legumes

http://blogdamimis.com.br/wp-content/uploads/2012/09/soufle-mimis.jpg
Além de gostoso, esse souflé fica um charme!
Ingredientes:
- 1 cenoura grande cozida e cortada em cubinhos
– 1/2 brocolis cozido e picado
– 1 abobrinha (verde) pequena cortado em cubinhos
– 1/2 cebola em cubos
– 250ml de leite desnatado
– 1 colher de sopa de farinha de trigo integral ou de aveia  (eu usei farinha de beringela)
– 3 claras em neve
– 30g de queijo ralado
– sal, pimenta e noz moscada a gosto
Preparo:
– Esquentar o leite na panela e acrescentar o trigo (previamente dissolvido em um pouquinho de leite) e mexer até engrossar. Adicionar sal, pimenta e noz moscada moida. Reservar
– Refogar os legumes picados com a cebola e juntar no creme anterior.
– Adicionar o queijo ralado e deixar esfriar.
– Bater 3 claras em neve e juntar delicadamente ao restante.
– Veirificar sal e corrigir se necessário
– Untar uma forma com margarina light e despejar a mistura.
– Assar em forno pré aquecido a 180graus por cerca de 20 a 30 minutos (dependendo da altura da forma ele ficará pronto mais rápido.)
Você pode faze-lo como acompanhamento de um belo franguinho grelhado…
Rendimento: 3 porções
Valores nutricionais por porção:  Cal: 148,26 -  C: 15,7g - P: 13,3g - G: 3,4g
Fonte: Blog da Mamis

0 comentários:

Oito sinais indicam que você está fazendo uma dieta maluca

Problemas ocasionados pelos maus hábitos vão desde desmaios até diabetes e depressão.

Dietas malucas sem a orientação médica podem causar uma série de complicações para a saúde. Deixar de consumir grupos alimentares importantes, como as dietas que restringem os carboidratos, ficar longos períodos em jejum, ingerir basicamente líquidos, como sopas, shakes e vitaminas, são alguns exemplos de dietas prejudiciais.

Afinal, para conseguir uma perda de peso saudável e duradoura é importante investir em bons hábitos alimentares e exercícios. "Para a obtenção de um peso adequado não existe fórmula mágica, o ideal é uma dieta balanceada em nutrientes e adequada ao sexo, idade e estilo de vida. A atividade física também é essencial", afirma a nutricionista Rita de Cássia Leite Novais, especializada em nutrição clínica.

Conversamos com especialistas e listamos oito sinais de que a dieta que a pessoa está fazendo é maluca e pode favorecer problemas que vão desde desmaios até diabetes e depressão.

Deixar de consumir um grupo de nutrientes

Tirar os carboidratos da dieta pode causar problemas de saúde - Foto: Getty Images

Dietas que excluem determinados grupos alimentares, como os carboidratos, proteínas ou lipídeos, são prejudiciais à saúde. "A alimentação deficiente pode resultar em problemas físicos e mentais. Dietas restritas ou milagrosas devem ser avaliadas por profissionais da saúde e exigem cuidados", alerta a nutricionista Beatriz Botéquio. Por isso é importante fazer uma dieta que mantenha o equilíbrio dos grupos alimentares e nutrientes.

O carboidrato é a principal fonte de energia para o organismo. "A dieta do Dr. Atkins ou da 'proteína', que consistem no consumo liberado de gorduras e proteínas e restrição de carboidratos, por exemplo, é deficiente em fibras, vitaminas e minerais e pode causar complicações como alterações cognitivas e aumento dos níveis do colesterol LDL", conta Botéquio.

A falta dos carboidratos ainda pode proporcionar fadiga, cansaço e tonturas, e devido ao alto consumo de proteínas ocorre o aumento da concentração de homocisteína, composto químico que eleva o risco de problemas cardiovasculares. "Pode ocorrer ainda a queda de serotonina, levando a irritabilidade, ansiedade, dispersão e insônia. Com a falta dos carboidratos, o corpo tende a converter gordura em energia, acarretando a liberação de corpos cetônicos, que em altos níveis podem ser prejudiciais", afirma a nutricionista Rita de Cássia Leite Novais, especializada em nutrição clínica. O excesso de proteínas ainda pode causar uma sobrecarga nos rins.

A falta de lipídeos também é prejudicial, pois além de serem fontes de energia eles possuem vitaminas A, relacionada ao sistema imunológico, vitamina D, que influencia consideravelmente no sistema imunológico e na diferenciação celular, vitamina E, que possui ação antioxidante, e vitamina K, que é fundamental para manter os ossos saudáveis e também atua no processo de coagulação sanguínea. "Os lipídeos ainda agem como hormônios esteroides e são componentes de membranas celulares. Um dos problemas do baixo consumo de gorduras é a queda nos níveis de testosterona", conta a nutricionista Katherinne Gutierrez, do Grupo Nutricionistas Associadas.

É importante ressaltar que os lipídeos aos quais nos referimos são as gorduras monoinsaturadas, como o abacate e o azeite de oliva, e poli-insaturadas, como os peixes gordurosos e a semente de linhaça.

A falta de proteínas na dieta também afeta a saúde, isto porque o nutriente é formado por aminoácidos que ajudam na construção e manutenção de órgãos e tecidos e ajudam na formação de enzimas e hormônios e na imunidade. "Alguns dos problemas causados pela deficiência de proteínas é o comprometimento do sistema imunológico e perda de massa muscular", conta Gutierrez.

Longo período em jejumLongos períodos em jejum podem causar confusão mental - Foto: Getty Images

Dietas que envolvem passar longos períodos em jejum são prejudiciais para o organismo. A orientação é comer de 3 em 3 horas, sendo que o período sem se alimentar não deve ultrapassar o máximo de 4 horas. "A partir disso o corpo começa a utilizar seus estoques de energia para sobreviver, o que prejudica seu funcionamento integral", explica Botéquio.

Os problemas que decorrem dos longos períodos em jejum são variados. "Algumas das complicações são perda de massa magra, músculos, aumento da produção de cortisol, confusão mental, mau hálito, sonolência, desmaios, anemia e a longo prazo o indivíduo pode chegar a desenvolver diabetes tipo 2", alerta Gutierrez.

Além de todos esses problemas, o jejum ainda pode causar o ganho de peso. Isto porque o longo tempo sem comer faz com que o corpo produza mais cortisol, hormônio que aumenta a deposição de gordura, especialmente na região abdominal.

Dietas líquidas Dietas líquidas são pobres em nutrientes - Foto: Getty Images

Dietas líquidas, como os shakes, sopas e sucos, são pobres em nutrientes levando o indivíduo a ter problemas de saúde. As fibras são uma das substâncias que ficam mais carentes neste cardápio, a falta dela desfavorece a formação do bolo fecal e desequilibra a flora intestinal. Este nutriente ainda é importante porque oferece a sensação de saciedade. "Os alimentos líquidos ainda não favorecem o processo de mastigação, que é importante para proporcionar a saciedade", explica Botéquio. A mastigação informa ao cérebro que a pessoa está comendo, fazendo com que ele libere hormônios e substâncias que controlam a sensação de saciedade.

As nutricionistas afirmam que as pessoas não ficam muito tempo fazendo dietas líquidas, por ser muito monótona. "Em algum momento, a pessoa sentirá falta de mastigar e consumir outros alimentos", explica a nutricionista Roseli Rossi. Além disso, quando abandona uma dieta como essa, o risco da pessoa sofrer o efeito rebote e querer comer de tudo e em muita quantidade é grande - e isso reflete diretamente na balança. O baixo teor de calorias e nutrientes da sopa deixa o corpo fraco e sem energias. Isso vai gerar falta de energia, cansaço, dores de cabeça e degradação de massa muscular.

Perder peso muito rápido

Perder peso muito rápido pode causar problemas na saúde - Foto: Getty Images

A perda de peso muito rápida merece atenção especial. "Pode indicar que existe uma restrição calórica muito grande o que significa uma redução no consumo de alimentos que consequentemente leva a um menor equilíbrio no consumo de nutrientes e micronutrientes para a saúde", explica Botéquio.

Os especialistas afirmam que a perda de peso saudável varia de 0,5 kg a 1,5 kg por semana. Sendo que isto pode variar de acordo com o peso inicial, a idade, entre outras questões. "O corpo precisa de um tempo para se adaptar às mudanças de peso. Quando isso não acontece, o emagrecimento pode vir acompanhado de complicações físicas e psicológicas", conta Novais.

A nutricionista Rita de Cássia Leite Novais lista os principais problemas que podem ocorrer em decorrência da perda de peso muito rápida:
-Alteração da libido: diminuição na produção de hormônios sexuais o que altera o interesse sexual.
-Anemia: dietas não equilibradas geram carência de vitamina B e ferro, o resultado pode ser um comprometimento cerebral, que leva até a dificuldade de andar.
-Baixa imunidade: aumentam as chances de gripe, infecções, viroses, verminoses e reações alérgicas.
-Flacidez: a pele não acompanha a redução de peso rápida e fica flácida. Além disso, a falta de nutrientes deixa as fibras de colágeno e a elastina desnutridas, impedindo a firmeza da pele.
-Queda de cabelos e unhas fracas: o que desencadeia esses problemas é uma dieta pobre em vitaminas, zinco e proteínas.

Poucas caloriasDietas com poucas calorias pode levar ao efeito sanfona - Foto: Getty Images

Dietas com grande restrição calórica não são eficazes para a perda de peso com saúde. "Uma das razões dela não ser interessante é que o indivíduo não se reeducou e ao parar com a dieta ele volta a ganhar o peso novamente, causando o efeito 'sanfona'", explica Novais. Além disso, quanto mais restritivo for o consumo de calorias, mais o organismo irá se proteger, ou seja, a queima calórica será mais lenta.


Efeito sanfonaO efeito sanfona é um sinal de que a dieta não está correta - Foto: Getty Images

Você consegue emagrecer com as dietas, mas depois recupera o peso antigo? Isto pode ser um sinal de que o seu método para emagrecer não é saudável. Este emagrece-engorda conhecido como o efeito sanfona ocorre quando há uma variação de 0,5 kg a 1 kg por semana. Também é parte desse fenômeno a pessoa que passou por oscilações de peso iguais ou maiores do que 4 kg em determinado período.

O efeito sanfona pode causar diversos problemas para a saúde. Há o risco da piora do quadro de diabetes ou o aumento do risco de desenvolver a doença para quem não a tem. Também pode ocorrer o aumento da gordura do fígado e dos níveis do colesterol ruim, LDL, e do triglicérides

Fórmulas malucas Fórmulas ou inibidores de apetite precisam de orientação de profissional de saúde - Foto: Getty Images

O uso de fórmulas diferentes ou inibidores de apetite na dieta devem ser feitos com cuidado. Antes de ingerir qualquer um desses recursos é importante ter uma avaliação médica que observe os sintomas clínicos do paciente e, se preciso, solicite exames. "O uso de inibidores de apetite causa diversos efeitos colaterais sérios no organismo, sendo recomendado apenas em casos especiais", alerta Novais. Alguns dos problemas que podem ocorrer em decorrência dos inibidores são insônia, sono superficial, irritabilidade, tremores, depressão e aumento da pressão arterial e da frequência cardíaca.

Relação com o corpo 

Após a perda de peso a relação com o corpo pode ficar difícil - Foto: Getty Images

Você já alcançou o peso que desejava, mas ainda se enxerga acima do peso? Este problema com a autoimagem pode ocorrer justamente devido à mudança na alimentação sem a orientação correta, especialmente nos casos de dietas que envolvem a restrição de algum nutriente, como os carboidratos.

Os carboidratos facilitam a absorção do triptofano, aminoácido precursor da serotonina, que é o hormônio responsável por baixar os níveis de estresse no corpo e proporcionar a sensação de bem-estar. "A ausência do carboidrato leva a uma sensação de falta de energia e disposição relevante que causam sintomas depressivos. Durante a depressão a pessoa tem percepções distorcidas e interpretações pessimistas, inclusive de si mesmo", explica o nutrólogo e psiquiatra Hewdy Lobo, da Vida Mental Serviços Médicos.

A retirada de proteínas também pode levar a problemas, pois a ação dos neurotransmissores depende de proteínas para serem formados e agirem. Assim, a retirada radical pode causar complicações como a alteração da tolerância, capacidade de se relacionar com pessoas e resolver problemas do dia a dia.
Fonte:http://www.minhavida.com.br

 


0 comentários:

Alimentos que sabotam a dieta

Descubra os alimentos que apesar da cara de saudável levam todo o esforço na dieta por água a baixo.

A adoção de hábitos alimentares saudáveis é uma das principais mudanças necessárias para o sucesso na dieta e o consequente emagrecimento definitivo. Geralmente durante a reeducação alimentar, muitos produtos passam a fazer parte do cardápio, como estratégia de redução das calorias da dieta. No entanto, alguns alimentos com "cara de saudável" podem se tornar verdadeiros vilões na dieta e acrescentar quantidades excessivas de açúcares, gorduras e sódio na alimentação sem que você perceba.

Confira abaixo exemplos de alimentos, muitas vezes considerados saudáveis, mas que são verdadeiros sabotadores da dieta e dá próxima vez que os consumir não caia nas armadilhas que eles oferecem.
Barra de cereais
As barras de cereais são opções de lanches rápidos, entretanto não devem ser consumidas a vontade ou mesmo substituir uma grande refeição. As barras possuem calorias, em especial as opções com chocolate, castanhas ou frutas secas. Por isso, dê preferência por barras de cereais simples e limite-se a uma ou no máximo duas ao dia.
Chocolate Diet
O chocolate diet é mais um exemplo destes alimentos, embora o produto tenha restrição do açúcar na sua composição, durante a fabricação é adicionada grande quantidade de gordura ao produto com o intuito de melhorar o sabor e a textura do alimento. Não se engane: esses chocolates são normalmente tão calóricos quanto às versões tradicionais.
Congelados
Com o dia a dia cada vez mais cheio de tarefas não é difícil se render a uma refeição congelada, afinal a praticidade desse tipo de alimento é um forte atrativo. No entanto, muitas preparações congeladas possuem alto teor de sódio e gorduras, principalmente dos tipos saturada e trans, nutrientes esses associados ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares.
Culinária Japonesa
A culinária japonesa possui preparações saudáveis, porém preparações como o yakissoba, rolls e o tempurá possuem grandes quantidades de gorduras. Para o temaki e o sushi, o melhor é dar preferência para os que não possuem recheio com creem cheese ou maionese. Frutas carameladas devem ser evitadas devido ao alto teor de açúcar do caramelo. Moderar a quantidade de molho de soja adicionado é essencial, esse tipo de molho é rico em sódio, a versão light pode ser uma boa opção, mas ainda é preciso moderação.
Refrigerante e refresco em pó zero açúcar
Bebidas que levam o termo ?zero açúcar? na embalagem, como refrigerantes e refrescos em pó tem quantidades restritas ou mesmo isentas de açúcares em sua composição, e consequentemente apresentam baixo valor calórico ou mesmo são isentas de calorias. Entretanto, esses tipos de bebidas não apresentam nenhum outro nutriente benéfico ao organismo como vitaminas, minerais e fibras, por isso o melhor é não consumi-los com frequência.
Saladas 
Alguns componentes da salada também podem sabotar a dieta. Para as saladas acompanhadas com proteínas vale evitar as opções com frango empanado, afinal os empanados são imersos no óleo durante o preparo, o ideal é escolher as opções com carnes grelhadas, ou optar pelas versões simples apenas com vegetais como acompanhamento para outros pratos.
É preciso ficar atento à adição de molhos prontos, queijos, azeitonas, afinal esses itens contém alto teor de gorduras e sódio. Moderar na quantidade de azeite adicionado à salada também é importante, apesar de ser uma gordura boa, o azeite possui alto valor calórico.
Shakes
Esses produtos apesar de enriquecidos não fornecem ao corpo os nutrientes e energia nas quantidades necessárias, por isso substituir grandes refeições como o almoço, jantar e café da manhã pelos shakes não é recomendado. Os shakes também não estimulam a mastigação, portanto não favorecem a saciedade e principalmente não contribuem para as escolhas alimentares saudáveis.
Sopa e macarrão instantâneo
O baixo valor calórico da sopa e a praticidade de preparo do macarrão instantâneo é um forte atrativo para quem deseja eliminar peso, contudo esses produtos são pobres em proteínas, carboidratos, fibras, vitaminas e minerais essenciais ao equilíbrio do corpo. Ambos possuem grandes quantidades de gorduras em sua composição, assim como elevado teor de sódio, mineral relacionado ao aumento da pressão arterial e retenção de líquidos no corpo.
Fonte: http://www.dietaesaude.com.br/


0 comentários:

Reeducação Alimentar

Reeducação alimentar é um termo muito usado nos dias de hoje como o "segredo" para eliminar peso e ter uma vida saudável, livre de doenças e do efeito sanfona, mas você sabe no que consiste esse processo?
Bom vamos lá, Durante toda a nossa vida, principalmente na infância, aprendemos o que e como devemos comer com nossos pais e pessoas da nossa convivência, nem sempre alimentos saudáveis.
Quando ficamos mais velhos ou nos deparamos com alguma doença como hipertensão, colesterol ou mesmo com o sobrepeso, tomamos consciência da importância da alimentação para uma vida melhor e descobrimos que não nos alimentamos de forma balanceada.
Aí é que entra a reeducação alimentar, que na verdade consiste na mudança de alguns hábitos, mas sem deixar de fora o que faz parte da cultura do indivíduo. Quer emagrecer de forma saudável através da reeducação alimentar? Clique e saiba como podemos te ajudar!

A principal coisa que devemos aprender é que a reeducação alimentar não consiste em deixar de comer tudo o que gosta e passar a comer somente frutas, verduras, legumes e alimentos light. Muito pelo contrário, é aprender que você pode comer tudo, mas sem exageros e de forma equilibrada.
O ideal é que o processo seja feito individualmente e com orientação de uma nutricionista, pois uma recomendação pode ser adequada para uma pessoa mas não será para outra. Deve-se levar em conta o estilo de vida, assim como a presença de doenças pré-existentes.
Mas de maneira geral podemos pontuar algumas atitudes que qualquer pessoa pode adotar para "reeducar" a sua alimentação:
- Beba de 8 a 10 copos de água por dia;
- Evite o consumo de alimentos industrializados e fast-food;
- Substitua refrigerantes por sucos de frutas naturais;
- Inclua alimentos integrais no seu cardápio;
- Evite o consumo de alimentos ricos em gordura como: frituras, carnes gordas, queijos amarelos, manteiga;
- Doces são permitidos, mas esporadicamente e em pequena quantidade;
- Pratique atividade física regularmente.
Existe vários grupos de apoio a pessoas que querem fazer uma reeducação alimentar, um que eu sigo e indico é o Reeducação Alimentar para compulsivos https://www.facebook.com/groups/147226728771935/, onde as pessoas podem trocar ideias, deixar seus depoimentos e poder tirar algumas duvidas, indico esse grupo porque nele existem vários administradores que podem estar te ajudando, e o grupo é totalmente contra o uso de qualquer substância industrializada e medicamentos.
Bom pessoal é isso ai, vale lembra que nada substitui um acompanhamento de um especialista!
Fonte:cyberdiet.terra.com.b


0 comentários:

Sete Alimentos termogênicos que ajudam a emagrecer

Conheça sete alimentos termogênicos que te ajudam a emagrecer

Todas as atividades realizadas pelo corpo consomem energia, certo? Isso inclui o processo digestivo, que pode ser usado a seu favor para emagrecer quando o que está em questão são os alimentos termogênicos. Esses alimentos são capazes de aumentar o gasto calórico do organismo durante a digestão e o processo metabólico. 

De acordo com a nutricionista Daniela Cyrulin, de São Paulo, quanto mais difícil for a digestão do alimento, maior será o seu poder termogênico. A nutricionista funcional Luciana Harfenist, do Rio de Janeiro, explica: "As substâncias termogênicas contidas em certos alimentos têm a capacidade de aumentar a temperatura corporal, acelerando o metabolismo e aumentando a queima de gordura. A termogênese é um processo regulado pelo sistema nervoso e interferências neste sistema podem ajudar no controle de emagrecimento e obesidade". 

No entanto, sabe-se que não existem milagres quando o assunto é perder peso. Para que esses alimentos mostrem resultado, é necessário aliá-los à dieta regrada e exercícios físicos. Além disso, os termogênicos possuem algumas restrições. "Quem tem hipertireoidismo não deve ingeri-los, visto que o metabolismo já está muito elevado, o que aumenta o risco de perda de massa muscular", exemplifica Daniela. Luciana também lembra que crianças e gestantes, pessoas com cardiopatias, hipertensão, enxaqueca, úlcera e alergias não devem abusar desses alimentos, pois eles podem levar a aumento da pressão arterial, hipoglicemia, insônia, nervosismo e taquicardia. 

Saiba quais são os principais alimentos termogênicos e aprenda a utilizá-los - mas sem esquecer de passar antes por uma avaliação nutricional.
  
Pimenta vermelha: Esse tipo específico de pimenta é rica em capsaicina, substância que favorece o aumento da quebra de gorduras no tecido adiposo. Ela aumenta em até 20% a atividade metabólica se ingerida na quantidade de três gramas por dia, podendo ser adicionada em saladas e pratos quentes como tempero.
Chá verde - Getty Images
Chá verde (Camellia sinensis): "Assim como a pimenta, esse chá favorece a utilização da gordura corporal como fonte de energia em função do estimulo metabólico", afirma a nutricionista funcional Luciana Harfenist. Para que o efeito aconteça, a nutricionista Daniela Cyrulin aconselha cinco xícaras de chá por dia durante três meses. Mas, cuidado: quem tem insônia não deve ingerir o chá verde na parte da tarde ou noite.
Canela - Getty Images
Canela: A nutricionista funcional Luciana Harfenist destaca que, além de aumentar o metabolismo basal, a canela possui alto teor de cálcio mineral, substância importante para o emagrecimento. Polvilhada por cima de frutas (aproximadamente uma colher de chá rasa), contribui com o emagrecimento e ainda torna a refeição deliciosa, como aconselha a nutricionista Daniela Cyrulin.
Gengibre - Getty Images
Gengibre: Essa raiz pode aumentar o gasto calórico em mais de 10%. "O gengibre pode ser consumido de diversas formas, cru, em marinadas para temperar carnes, aves e peixes, e ainda fica ótimo em molho de tomate, sopas de legumes e chá, quando misturado com outras ervas", sugere a nutricionista funcional Luciana Harfenist. A quantidade indicada pela nutricionista Daniela Cyrulin é de duas fatias pequenas.
Chá de hibisco - Getty Images
Chá de hibisco: Esse chá, assim como os demais termogênicos, aumenta a temperatura corporal durante a digestão e, consequentemente, aumenta o metabolismo. Para que o efeito seja positivo, a nutricionista Daniela Cyrulin aconselha um litro por dia, sendo que, para um litro de água, deve-se usar uma colher de sopa da flor.
Salmão é rico em Ômega 3 - Getty Images
Alimentos com Ômega 3: A nutricionista funcional Luciana Harfenist explica que o omêga 3 é encontrado em peixes - como salmão e atum - e em oleaginosas. Ele aumenta o metabolismo basal, melhora a retenção de líquidos e facilita a comunicação entre as células do organismo. 
Água gelada - Getty Images
Água gelada: Sim, até mesmo a água gelada pode te ajudar a emagrecer! Ao ingeri-la, seu organismo gasta energia para elevar a temperatura até a tida como adequada pelo corpo (algo entre 36º e 37ºC). No entanto, o efeito é muito leve. Para melhores resultados, ingira oito copos de água por dia, pois essa medida pode aumentar seu gasto calórico em até 200kcal, como afirma a nutricionista Daniela Cyrulin.
fonte:http://www.minhavida.com.br/

0 comentários:

Refrigerante diet causa mais ganho de peso do que o comum, diz estudo

                                                     Os adoçantes desregulam sensores do cérebro responsáveis pelo apetite Foto: Getty Images 
Muitas pessoas em dieta optam por bebidas sem açúcar, na tentativa de eliminar alguns quilos em excesso, mas uma nova pesquisa, feita pela Bloomberg School of Public Health, descobriu que a tática não é eficaz. Pesquisadores americanos descobriram que adultos com sobrepeso e obesidade que ingerem bebidas gaseificadas diet consomem mais calorias em alimentos que aqueles que bebem refrigerantes normais. As informações são do Daily Mail.
O consumo de bebidas dietéticas tem aumentado consideravelmente nas últimas décadas: de 3% em 1965 para 20% atualmente. Indivíduos que bebem refrigerante diet normalmente têm um Índice de Massa Corporal (IMC) mais elevado e comem mais do que aqueles que ingerem bebidas com açúcar.
Os adoçantes artificiais, que estão presentes em grandes quantidades no refrigerante diet, estão associados a uma maior ativação dos centros de recompensa no cérebro. Em outras palavras, nas pessoas que bebem refrigerante diet, os sensores de doces do cérebro já não podem fornecer um indicador confiável do consumo de energia, pois o adoçante artificial perturba o controle do apetite.
Fonte: http://saude.terra.com.br

0 comentários:

Zumba: a queridinha das mulheres!


perca até mil calorias dançando!

 
        Zumba peca até mil calorias dançando
Várias academias por todo o país já estão colocando aulas de dança em sua grade horária, mas a que está chamando a atenção de muita gente é a de Zumba, que não é um ritmo, mas sim uma modalidade que mistura ginástica com inspiração em ritmos latinos e internacionais.
Se você ainda não entendeu por que a Zumba está fazendo tanto sucesso, Amanda Costa, instrutora de Zumba, te explica. 
Ela conta que é como se você estivesse numa festa. "É como dançar em uma boate com os amigos, mas você está queimando calorias e ficando em forma! A coreografia é fácil de aprender, assim você não se sente intimidado por não saber dançar."
E o melhor: em torno de três meses você já nota os resultados, principalmente nos quadris, posteriores da coxa e panturrilha, que são os lugares mais trabalhados durante as aulas. "A faixa etária mais comum nas aulas é de 16 até pouco mais de 50 anos, porém como que é uma dança fácil de acompanhar ela traz benefícios para a saúde de pessoas entre 55 e 64 anos. Os pequenos também praticar, há aulas feitas exclusivamente para eles, com coreografias de músicas que eles adoram", pontua Amanda.
Se você não tem paciência de enfrentar uma academia, a zumba é essencial para queimar calorias.
"Você pode perder entre 500 e 1000 calorias em uma aula de uma hora, dependendo da intensidade do seu treino. Ele é um exercício disfarçado, porque você está queimando calorias e gordura, mesmo sem perceber", diz a instrutora.
Aqua Zumba
Se você gosta de piscina essa mistura de danças também pode ser feita dentro dela. A Aqua Zumba dá um novo significado à ideia de exercícios revigorantes. Alongamento, giros, gritos, gargalhadas e assovios são geralmente ouvidos durante as aulas.
"Ela combina tudo isso em uma técnica de hidroginástica segura e desafiadora de condicionamento cardiovascular e tonificação do corpo que é, acima de tudo, incrivelmente contagiante", garante Amanda. Entretanto a novidade ainda não chegou por aqui e ao que parece deve demorar um pouco, garante a professora.
Zumba em casa
Se você não acha nenhuma academia que tenha o Zumba perto da sua casa, fique tranquila. Existem DVDs e jogos de vídeo game para as três principais plataformas de games (Wii, Xbox e PS3) para você se divertir dentro de sua casa. Não é a mesma coisa que fazer na academia, mas já da uma boa ajuda. "Os jogos seguem o estilo das aulas, mas, com certeza, nas aulas é muito mais animado!", finaliza Amanda.

E tem gente que gosta tanto que usa os jogos para treinar em casa, ou então buscam pela rede as novas coreografias para não só ficar em forma, como também, arrasar nas aulas.
 Fonte: http://vilamulher.terra.com.br

0 comentários:

Conheça a Semente Aliada a sua Dieta

Chia: você conhece os benefícios dessa semente?

Rica em diversos nutrientes ela é aliada da dieta

                          

Você já ouviu falar na chia? A sementinha era uma das principais fontes de alimentação dos povos andinos da era pré-colombiana. Era cultivada no México e na Guatemala e consumida principalmente pelos Maias e Astecas para aumentar a resistência física. Hoje, vem sendo estudada e diversos são os benefícios encontrados relacionados ao seu consumo. Conheça abaixo quais são os principais nutrientes e benefícios que o consumo de chia irá proporcionar para a alimentação:

Fibras
Em contanto com líquidos, a semente de chia após aproximadamente 30 minutos começa a formar o gel, característica das fibras solúveis. Este gel, ou gelatina, provoca um atraso no esvaziamento gástrico, o que leva a maior sensação de saciedade. Além disso, o gel formado aumenta o volume do bolo fecal, facilitando a eliminação das fezes e melhorando o funcionamento do intestino.

Ômega 3
A chia oferece uma grande concentração de ômega 3,  substancia fundamental para a manutenção da saúde cardiovascular. Esse tipo de gordura do bem diminui os níveis de triglicérides, aumenta os níveis de HDL e diminui o risco de problemas cardiovasculares.

Proteínas
A chia possui maior quantidade de proteínas quando comparada a outros cereais como o milho, o arroz, a aveia e o trigo. Por isso, pode ser uma ótima opção para praticantes de atividades físicas, já que a semente ajuda na manutenção de massa muscular.

Vitaminas e minerais
A chia é fonte de vitaminas do complexo B, fundamentais para o bom funcionamento do nosso sistema nervoso. Além disso, possui diversos minerais como o cálcio, fósforo, magnésio, potássio, zinco, ferro e cobre.  O cálcio presente na chia ajuda na formação da massa óssea, evitando a osteoporose. E o ferro, pode ser um ótimo aliado no combate de anemias.

Fonte: http://www.dietaesaude.com.br



1 comentários:

Conheça a melhor fruta para emagrecer, reduzir o colesterol e a pressão alta

Veja as melhores aliadas para tratar o diabetes, prevenir a azia, entre outros problemas

Maçã para dar saciedade e reduzir o inchaço

A chave para o emagrecimento está em reduzir as calorias ingeridas e aumentar as gastas. Para ter sucesso na primeira empreitada, aumentar a saciedade é essencial, e as frutas em sua maioria oferecem essa característica. "Todas são muitos importantes no processo de diminuição da gordura corporal, pois são ricas em fibras e proporcional uma grande oportunidade de mastigar. Para isso, índico frutas mais duras, como a maçã", classifica o nutricionista Israel Adolfo. 
Para completar o combo, a maçã oferece outras vantagens, como a presença de pectina. "Esse é um tipo de fibra solúvel que se transforma em gel no estômago e arrasta a gordura para fora do organismo", ensina a nutricionista e clínica Daniela Jobst, membro do Centro Brasileiro de Nutrição Funcional no Brasil. Suas fibras insolúveis da casca ficam no estômago por mais tempo, retardando mais ainda a fome. E fechando o currículo da fruta, ela ainda tem uma boa quantidade de potássio, nutriente que elimina o sódio extra do corpo, reduzindo a retenção de líquidos e, com ele, parte do inchaço.
Abacate - Foto: Getty Images

Abacate para reduzir o colesterol

Essa fruta é rica em gordura monoinsaturada, aquela considerada amiga do nosso organismo. "O ácido oleico, a mesma gordura do azeite de oliva, protege os vasos sanguíneos e o coração contra infartos, tromboses, entupimento das veias, doenças cardíacas e bloqueia a ação do LDL, chamado de colesterol ruim", explica a nutricionista Daniela. Por isso, o consumo regular do abacate reduz os níveis de colesterol total e eleva os de HDL, o chamado colesterol bom. Mas vale um alerta, já que a fruta tem muitas calorias. "Para apresentar apenas os benefícios, deve ser consumida na quantidade de uma colher de sopa ao dia", ressalta Israel Adolfo. E nada de consumi-lo com açúcar, prefira o cacau em pó se há necessidade de incrementar o gosto, como sugere a nutricionista clínica Nicole Trevisan.
Banana - Foto: Getty Images

Banana para diminuir a queimação

A banana, principalmente quando está verde, tem substâncias que protegem as paredes estomacais, favorecendo quem sofre com gastrite e azia. "Um estudo preliminar cita que a fruta possui um flavonoide conhecido como leucocianidina, que previne contra o desenvolvimento de úlceras estomacais", explica o nutricionista Israel Adolfo. Além disso, antes de amadurecer ela tem mais amido, que é digerido primeiramente na boca, o que faz com que o estômago produza menos ácido para efetuar a digestão e irrite menos as paredes estomacais, como ressalta Daniela Jobst. Com o processo de maturação, esse amido vai se convertendo em frutose. Mas é preciso cuidado com um tipo em específico. "A banana nanica é ácida, não sendo indicada para quem tem gastrite", alerta a nutricionista Nicole Trevisan.
Limão - Foto: Getty Images

Limão para quem tem diabetes

A maior parte dos benefícios da fruta é voltada para a saúde do coração, que não deixa de ser prejudicada quando a pessoa tem diabetes, já que a alta da glicose no sangue desgasta e prejudica as artérias e veias. "A alta concentração de ácido nicotínico no limão protege as artérias, prevenindo problemas cardiovasculares, uma tendência para quem tem a doença. O alimento também diminui a viscosidade do sangue, o que é essencial, uma vez que, junto com o diabetes, existem alterações que predispõe a um maior risco de trombose", ensina a nutricionista Daniela Jobst.
Ele também evita hemorragias, devido à presença de ácido cítrico e ácido ascórbico, o que é vantajoso ao paciente com diabetes devido a sua dificuldade de cicatrização. Por fim, a parte branca do limão e a casca também contém pectina, "quando ela é dissolvida em água, produz uma massa viscosa que auxilia no trânsito intestinal e na saciedade, retardando a absorção dos açúcares", desvenda Nicole Trevisan. Isso evita picos glicêmicos, inimigos de quem tem diabetes
Uva - Foto: Getty Images

Uva para proteger o envelhecimento celular

Frutas de cores avermelhadas são ricas em antioxidantes. "Eles são compostos necessários para neutralizar os radicais livres, evitando assim que reajam com alguma célula e as destruam. Eles são naturalmente formados em nosso organismo nas reações metabólicas habituais e em situações como estresse, consumo de álcool, tabagismo, entre outros", define Israel Adolfo. Normalmente, os radicais livres são causadores de lesões nas células e tecidos, o que pode provocar diversas doenças à longo prazo. A uva é uma fruta rica em antioxidantes, principalmente na casca e na semente. "As pró-antocianidinas, presente nas cascas e sementes da fruta, são considerados super antioxidante, 20 vezes mais potente que a vitamina C e 50 vezes mais que a vitamina E", explica a nutricionista Daniela Jobst
Acerola

Acerola para aumentar a imunidade

A laranja que nos perdoe, mas não há fruta com mais vitamina C do que a acerola. De acordo com a Tabela Brasileira de Composição dos Alimentos (TACO) da Unicamp, uma laranja tem cerca de 57 mg de vitamina C, contra 104 mg, aproximadamente, de uma única acerola. E o nutriente é muito importante para o sistema imunológico, pois participa da produção das células de defesa do organismo além de modular o funcionamento da nossa proteção natural. "Encontramos vários artigos que ressaltam a importância desta vitamina no aumento e manutenção da atividade de células do sistema imunológico, como, por exemplo, os mastócitos e macrófagos", considera o nutricionista Israel Adolfo
Morango - Foto: Getty Images

Morango para blindar o coração

Um estudo conduzido pela Harvard School of Public Health em Boston (Estados Unidos) em 2013 demonstrou que mulheres que consumiam morangos e mirtilos tinham menos chances de infartos do miocárdio. A grande responsável pelo benefício é uma substância chamada antocianina, presente em frutas de coloração vermelha e azul. "Ele também ajuda a reduzir a pressão graças à procianidina", acrescenta Daniela Jobst, nutricionista funcional a clínica. 

0 comentários:

Volta aos treinos turbinado

Olá pessoal, depois de muito tempo sem escrever, resolvi voltar a dedicar um pouco ao blog, pois estava me adaptando a faculdade, e organizando a minha vida pra poder dar tempo pra fazer os dois.
Bom, vamos lá, como eu muita gente deve star voltando aos treinos agora, depois de abusar das festa de fim de ano, então estava pesquisando e achei uma matéria interessante no site O2porminuto, e resolvi passar pra vocês, matéria que trata de sucos turbinados para voltar aos treinos.


O estoque de vitaminas e minerais também pode ter sido prejudicado durante o fim do ano, já que muita gente se alimentou de forma menos saudável. “Aposte em frutas ricas em vitamina C, como a laranja, vegetais verde-escuros, como o agrião, sementes e oleaginosas, como a castanha-do-pará, semente de girassol, entre outras, para repor”, diz.
Uma boa opção para dar energia antes do treino são sucos feitos com beterraba. “É uma fonte natural de óxido nítrico, substância vasodilatadora”, conta a nutricionista. Eles ajudam a aumentar o rendimento, já que auxiliam no aumento de chegada de oxigênio e nutrientes para os músculos. “A beterraba pode ser com combinada com vários outros ingredientes, mas com laranja, além de ficar uma delícia, é interessante por ser rica em vitamina C, que ajuda no combate dos radicais livres.” Caroline sugere que o líquido seja ingerido até duas horas antes da corrida.
A cafeína também pode ser uma grande aliada – principalmente contra a preguiça. “Ela dá mais pique e também ajuda a aumentar o desempenho”, garante. Suplementos à base de cafeína em cápsulas, ou guaraná, chá verde e chá mate podem ser uma boa pedida. “Apenas controle a quantidade. Não comece tomando altas doses.”
Veja três receitas de sucos feitos com beterraba, preparadas pela nutricionista:
Suco de beterraba com laranja
Ingredientes:
- 200ml de suco de laranja
- 1 beterraba pequena crua, se estiver com o talo e as folhas, melhor ainda
Modo de preparo:
Bater tudo no liquidificador e tomar logo em seguida.
Suco rosa
Ingredientes:
- 1 beterraba pequena crua
- ½ pote de iogurte natural desnatado
- Suco de uma laranja
- Água para bater
Modo de preparo:
Bater tudo no liquidificador até ficar cremoso.
DICA:
“Este suco é interessante para o pós-treino, pois além da laranja, que tem vitamina C (antioxidante) e da beterraba (fonte de óxido nítrico – que não deve ser consumido apenas antes do treino, mas sempre), possui proteína do iogurte”, comenta Caroline.
Suco rosa 2
Ingredientes:
- ½ beterraba crua
- 4 morangos
- Suco de uma laranja
- 150ml de água gelada
Modo de preparo:
Bater tudo no liquidificador e tomar logo em seguida.
Bom pessoal. ai esta a matéria, espero que gostem e ajude a volta aos treinos!

0 comentários: